Notícias

Foto: Marcello Casal Jr/EBC

Nascidos em julho começam a receber saque emergencial nesta segunda, 10

Caso o trabalhador não queira receber o saque emergencial, deverá indicar sua preferência até 10 dias antes do início do seu calendário de crédito na conta poupança digital, para que o FGTS não seja creditado

O crédito do saque emergencial do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) começa a ser pago nesta segunda-feira (10/08) para trabalhadores nascidos em julho. O pagamento será realizado por meio da poupança digital da Caixa Econômica Federal, o Caixa Tem. A expectativa é de que sejam injetados na economia R$ 37,8 bilhões, o que beneficiará aproximadamente 60 milhões de pessoas.

O saque emergencial permite a retirada de até R$ 1.045, considerando contas ativas e inativas de FGTS. Por enquanto os valores só poderão ser movimentados por meio do aplicativo Caixa Tem. A ferramenta permite o pagamento de boletos, como de água, luz e telefone; compras com o cartão de débito virtual em sites e comprar com o QRCode em maquininhas de cartão de lojas parceiras.

Para os nascidos em julho, apenas a partir do dia 17 de outubro que o dinheiro será liberado para saque ou transferência para outra conta bancária. Até o momento, a Caixa creditou o saque emergencial do FGTS para trabalhadores nascidos entre janeiro e junho. Para verificar o valor que receberá, o cidadão deverá acessar o aplicativo FGTS, site (fgts.caixa.gov.br) ou telefone 111 (opção 2). Pessoas que tiverem direito à retirada, mas ainda não obtiveram a conta digital aberta automaticamente deverão complementar os dados por meio do aplicativo para receber o dinheiro.

Caso o trabalhador não queira receber o saque emergencial, deverá indicar sua preferência até 10 dias antes do início do seu calendário de crédito na conta poupança digital, para que o FGTS não seja creditado. As pessoas que receberem o recurso e não movimentarem a conta digital até 30 de novembro deste ano terão os valores corrigidos e retornados à conta do FGTS.

Com informações da Agência Brasil

Compartilhe essa notícia:
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email

Queremos entender melhor o seu caso e te ajudar de acordo com sua necessidade.