Artigos

O que fazer se você está na fila de espera do INSS?

Atualmente, existem cerca de dois milhões de pedidos parados na fila de espera do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). Esses pedidos são de aposentadoria ou outros benefícios como auxílio-doença, salário-maternidade e Benefício de Prestação Continuada (BPC), desde antes da reforma da Previdência.

Na tentativa de reduzir o tempo de espera, os segurados podem acionar a Justiça Federal com um mandado de segurança e pedido de liminar para que o INSS seja obrigado a fornecer uma resposta. Assim, o Instituto passa a ter 45 dias para analisar o pedido.

Os segurados têm direito a receber os valores dos benefícios desde a data em que dão entrada no pedido. Se ocorrer atraso superior a 45 dias, os valores pagos deverão ter correção monetária.

⚠️ No atual contexto que estamos vivendo, com a incidência do novo coronavírus, o INSS está aproveitando para fazer serviços internos, sem atendimento ao público, para acelerar a análise dos benefícios previdenciários que estão na fila.

Além disso, as pessoas que estão à espera do seu benefício, se também se enquadrarem nos critérios para concessão do auxílio emergencial, de R$ 600, aprovado pelo Congresso Nacional, poderão receber o recurso emergencial até que haja a liberação do benefício requerido ao INSS.

▶️ Clique aqui para falar com especialistas em INSS e Previdência Social

▶️ Acesse nossas redes sociais: Instagram | Facebook | Jusbrasil

Compartilhe esse conteúdo
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email

Queremos entender melhor o seu caso e te ajudar de acordo com sua necessidade.