Artigos

Valor dos benefícios do INSS em 2022

Conheça o valor dos benefícios do INSS para 2022

Você já sabe qual o valor dos benefícios do INSS para 2022? Em razão da alta inflação de 2021, o salário mínimo para os trabalhadores aumentou com uma margem significativa. Inclusive, esse é o maior piso nacional dos últimos seis anos.

O salário mínimo em 2022 é de R$ 1.212,00. Esse é o reflexo da inflação no Brasil que, atualmente, está em 10,4% ao ano.

Essa porcentagem tem como base o Índice Nacional de Preços do Consumidor (INPC), o indicador que mede a inflação e a usa como base para reajustar o piso salarial.

Além do impacto direto no salário mínimo, o reajuste também afeta o valor dos benefícios do INSS em 2022.

Sendo assim, a partir do dia 25 de janeiro deste ano, os benefícios do órgão serão devidamente reajustados.

Quais os novos valores dos benefícios do INSS em 2022?

Em primeiro lugar, é necessário compreender que, segundo a lei, nenhum dos benefícios previdenciários pode ser concedido em um valor inferior ao salário mínimo vigente. Portanto, quem recebia R$ 1.100,00 passará a receber R$ 1.212,00.

Para os outros casos, como aposentadorias, pensões e auxílios, os valores também serão modificados. Inclusive o teto do INSS. Afinal, todo o valor pago pela Previdência parte de um piso mínimo e máximo.

Por isso, para você saber o valor dos benefícios em 2022, de acordo com a estimativa do INPC, saiba quanto recebe atualmente e acrescente 10,4% sobre esse valor. Por exemplo:

Se você recebe R$ 1.300,00, em 2022, o valor aproximado será de R$ 1.430,00. Para quem recebe R$ 1.500,00, o novo salário pode ser de R$ 1.650,00.

Comentei que os valores são aproximados porque o INSS ainda não divulgou a porcentagem correta para quem recebe mais de 1 salário mínimo. Mas espera-se que o aumento seja de 10,16%.

Benefícios que terão reajustes em 2022

É importante identificar quais os benefícios que sofrerão alteração no valor em 2022. A lista inclui os que são previdenciários e trabalhistas. Veja:

O que muda com os novos valores dos benefícios em 2022?

Com o aumento do salário mínimo, os benefícios do INSS sofrem alteração em seus valores. Os reflexos são para os trabalhadores, mas também para aposentados, pensionistas e para outros beneficiários do INSS.

Sendo assim, a contribuição de muitos benefícios do INSS passará a ser paga a partir do novo valor do salário mínimo. Veja como vai ficar:

1. Benefícios INSS

O valor mínimo dos benefícios pagos pelo INSS, por exemplo, pensões e aposentadorias, será de R$ 1.212,00. É importante ressaltar que cerca de 70% dos benefícios pagos pelo órgão correspondem a um salário mínimo.

Além disso, os reajustes dos benefícios que são acima de um salário mínimo, será de 10,16%. Mas ainda é preciso aguardar a publicação de uma regra pelo governo para confirmar.

Veja abaixo uma tabela do portal g1 sobre como devem ficar os valores reajustados conforme o novo salário mínimo e INPC – valores referentes a mais de um salário mínimo englobam quem estava recebendo os pagamentos em 1º de janeiro de 2021.

Benefício de Prestação Continuada (BPC/Loas)

Os idosos com 65 anos ou mais e as pessoas com deficiência que recebem o BPC/Loas também passam a receber R$ 1.212,00 por mês. 

O BPC é o salário como forma de amparo para quem não recebe nenhum outro benefício do INSS e não tenha meios de se sustentar.

Contribuições ao INSS

As contribuições ao INSS também passarão a ser calculadas sobre o valor do novo salário mínimo.

Portanto, as contribuições partem de 5% para MEI e pode chegar a 20% para contribuintes individuais e facultativos.

  • Leia também:

Seguro-desemprego

A parcela mínima do seguro-desemprego é sobre o valor do salário mínimo, portanto, passa a ser R$ 1.212,00. 

O benefício é concedido ao trabalhador dispensado do emprego sem justa causa. 

Porém, quem faz acordo para ser demitido não tem direito ao seguro.

As parcelas que serão liberadas até o dia 10 de janeiro de 2022 são calculadas de acordo com a tabela de 2021. Portanto, com o salário mínimo do ano passado. 

Mas as parcelas com liberação a partir do dia 11 de janeiro de 2022, terão como base o salário mínimo de 2022.

Abono salarial

O valor do abono salarial é ajustado automaticamente. Portanto, a partir da data da publicação do novo valor do salário mínimo, o PIS/Pasep é atualizado.

Entretanto, somente os trabalhadores com mais de 5 anos de carteira assinada e, também, recebem remuneração de até dois salários mínimos têm direito a esse benefício. 

Dependendo do tempo trabalhado no ano anterior, ele pode pegar o valor de até R$ 1.212,00.

Para ter direito a esse benefício o trabalhador precisa:

  • Estar cadastrado no PIS há pelo menos 5 anos;
  • Ter recebido remuneração mensal média de até dois salários mínimos durante o ano anterior (julho de um ano a junho do outro);
  • Ter exercido atividade remunerada por uma empresa nos últimos 30 dias.

Ações na justiça gratuitas

Para quem pretende entrar com ações nos Juizados Especiais Cíveis, é preciso ficar atento ao valor da causa. 

Esses juizados têm o objetivo de resolver com agilidade e menor complexidade os casos, proporcionando o acordo entre partes.

No entanto, são consideradas causas cíveis as que possuem menor complexidade, cujo valor não exceda a 40 salários mínimos. 

Porém, apenas nas ações de até 20 salários mínimos não é obrigatória a assistência de um advogado. Mas, àquelas de valor superior, exige-se um advogado.

Agora, com a alteração do salário mínimo, esses cálculos acima também serão alterados.

Onde encontrar os valores dos benefícios de 2022 do INSS?

Como vimos ao longo deste artigo, o novo salário mínimo aumentou todos os benefícios do INSS que serão pagos em 2022. Afinal, não é possível pagar nenhum benefício com o valor abaixo do piso salarial nacional.

Entretanto, muitas pessoas ficam na dúvida sobre quando vão receber o valor do benefício

Para isso, basta acessar aqui para ver as datas que já estão disponíveis. 

No entanto, há diferenças de datas para quem ganha um salário mínimo e para quem recebe além desse valor. Por isso, é importante ficar atento para não olhar o calendário errado.

O que achou dessas informações? Compartilhe com alguém que também precisa conhecer.

▶️ Clique aqui para falar com especialistas em INSS e Previdência Social

▶️ Acesse nossas redes sociais: Instagram | Facebook | Jusbrasil

Compartilhe esse conteúdo
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email

Queremos entender melhor o seu caso e te ajudar de acordo com sua necessidade.