Artigos

Pagamento do INSS não caiu na conta; e agora?

Pagamento do INSS não caiu na conta: e agora?

Se o pagamento do benefício do INSS ainda não caiu na sua conta, existem vários motivos para isso ter acontecido, como mudança na data de pagamento, bloqueio do benefício e outros problemas. Veja agora o que você deve fazer para resolver.

As contas estão acumuladas ou perto disso, planos com o dinheiro seguem pausados e a ansiedade de receber o que é seu por direito começa a martelar no seu dia a dia. Tudo isso porque o pagamento do INSS ainda não caiu na conta.

A dor de cabeça é grande, mas não se preocupe porque vou lhe mostrar como resolver esse problema o mais rápido possível.

Para isso, você saberá agora como encontrar o motivo, quais os erros mais comuns do INSS, onde conferir seu extrato e outros dados na internet.

Por fim, como solicitar o pagamento de benefício não recebido do INSS sem sair de casa.

Você também vai ficar por dentro de como responder uma Carta de Exigência, caso tenha caído no temido “Pente-Fino” do INSS, além de como proceder caso o seu benefício tenha sido bloqueado ou cancelado.

E agora, o que fazer? Acompanhe agora os detalhes.

Pagamento do INSS não caiu na conta: veja o que fazer

Existem vários motivos para o benefício do INSS não cair na sua conta. Mas entendo que você fica sem saber o que fazer ao não receber o pagamento.

Então, se o pagamento do benefício do INSS ainda não caiu na sua conta, veja agora o que você deve fazer para resolver.

Verifique a data de pagamento do INSS

Para receber benefícios do governo, você deve observar o calendário de pagamento disponibilizado anualmente (veja aqui).

Ou seja, pode ser que ainda não tenha chegado na data correta, por isso, você ainda não recebeu do INSS

Como conferir a data de pagamento do meu benefício?

  • Com o seu cartão do INSS em mãos ou Meu INSS aberto, procure o “Número do Benefício” (NB);
  • Em seguida, localize o último número antes do traço e dígito:  111.111.113-1 , como no exemplo, o número 3;
  • Confira aqui o Calendário de Pagamento de Benefícios 2021 e o número correspondente;
  • Observe que existem duas tabelas. Se você recebe benefícios de até 1 salário mínimo deve olhar a primeira. No caso de benefícios acima de 1 salário mínimo, considere a segunda tabela.

E vale lembrar: o lugar onde é depositado o benefício não serve para fazer poupança ou investir, você deve sacá-lo em até 90 dias, do contrário, o valor será devolvido ao INSS.

Caso você receba em grandes bancos, verifique com o gerente a possibilidade de abrir uma conta-corrente e pedir a transferência automática para essa conta.

O dinheiro do INSS não foi depositado

Se você seguiu o passo a passo acima e verificou que já passou da data de depósito, outros motivos são:

  • Erros no sistema do INSS ou do banco;
  • Dados de cadastro estão errados;
  • Benefício suspenso ou cancelado.

Nesses casos, você poderá conferir na internet as informações como extrato de pagamento, notificações e o “status” do benefício, ou seja, se ele se encontra “Ativo” ou “Cessado”. 

Muitas dessas informações são explicadas por lá, mas caso não tenha ficado claro o porquê do não recebimento, opte por ligar no telefone 135, a central de atendimento do INSS.

Aplicativo Meu INSS

Para os problemas acima, é possível ter uma boa ideia do problema ao acessar no site gov.br/meuinss ou o aplicativo Meu INSS. Nele você pode:

Conferir o extrato de pagamento

No extrato de pagamento mensal, você encontra dados do “Status” do benefício, ou seja, se ele se encontra “Ativo”, “Cessado” ou “Interrompido”, valor do depósito, datas e outras informações.

Veja como solicitar o pagamento não recebido pelo site do INSS ou aplicativo

Após saber o porquê do dinheiro não ter caído na conta, acesse o site Meu INSS ou aplicativo de mesmo nome e faça o seguinte:

  1. Faça o login com CPF e Senha;
  2. Clique em “Agendamentos e Solicitações”;
  3. Em seguida, selecione “Novo Requerimento” 
  4. Digite na barra de pesquisa “Solicitar pagamento de benefício não recebido”
  5. Preencha seus dados ou altere se necessário;
  6. Clique em “Avançar”

Concluído! Agora, você deve aguardar a resposta do INSS conforme o prazo informado no sistema.

Acompanhar o pedido

Ao clicar em “Atendimentos/ Solicitações”, é possível acompanhar a situação do pedido. De imediato aparece que está em análise ou concluído. Clique na lupa para ver os detalhes.

Para saber se o problema foi em decorrência de dados errados ou qual o status do seu benefício, acesse o extrato de pagamento para você ter alguma informação prévia. 

Será que passei pelo pente-fino do INSS?

Outra possibilidade é a notificação através de cartas enviadas pelos Correios, informando sobre a revisão ou erro no benefício, conhecido como pente-fino do INSS.

Nesse caso, você deve fazer as correções e justificativas para não perder o benefício.

Nesse caso, existem situações bastante comuns para isso ocorrer. São elas:

Após receber a notificação do INSS, você deve apresentar defesa prévia em até 60 dias. Caso contrário, pode ter o benefício suspenso. E passados mais 30 dias, o benefício é cancelado!

Como responder à carta de exigência?

As cartas de exigências fazem parte do Programa Especial para a Análise de Benefícios com Índices de Irregularidade e seu principal objetivo é a atualização de dados, a fim de apurar se o beneficiário pode continuar a receber o pagamento do INSS.

Veja o modelo dessa carta de exigências:

Para você responder, basta cumprir as exigências descritas na carta.

Em geral, você deve enviar cópia digitalizada (fotos bem nítidas organizadas em arquivo PDF) dos documentos pedidos na liberação do pedido (CPF, RG, Carteira de Trabalho, Certidão de Nascimento ou Casamento, Título de eleitor e Certidão de Óbito em alguns casos).

Tudo isso pode ser feito pela internet, seja pelo site ou aplicativo Meu INSS, basta clicar em “Cumprimento de Exigência”.

Parei de receber do INSS e fala que o benefício foi cessado

Quando o benefício é cancelado (ou cessado), significa que ele chegou ao fim. Para corrigir o problema, recomendo que você entre em contato com o INSS pelo telefone 135 ou acesse o Meu INSS para saber o motivo.

Em alguns casos, é possível pedir a reativação ou prorrogação do benefício.

Isso pode ser feito com um requerimento simples no próprio aplicativo ou, às vezes, é preciso elaborar um recurso administrativo.

Nessas situações, procure orientação de um especialista em direito previdenciário, que saberá como conduzir e aumentar as chances de reativar seu benefício.

Conclusão

Agora você já sabe como procurar respostas do motivo pelo qual o seu pagamento do INSS não caiu na conta.

No entanto, caso não tenha resolvido, pode ser necessário entrar com processo judicial contra o INSS para garantir o seu direito.

▶️ Clique aqui para falar com especialistas em INSS e Previdência Social

▶️ Acesse nossas redes sociais: Instagram | Facebook | Jusbrasil

Compartilhe esse conteúdo
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email

Queremos entender melhor o seu caso e te ajudar de acordo com sua necessidade.