Artigos

CNIS Meu INSS

Descubra as novas funções do Meu INSS

O Meu INSS é o site e aplicativo do INSS em que é possível pedir benefícios previdenciários, acompanhar os pedidos, fazer recursos, além de outros serviços. Veja mais detalhes!

Desde julho de 2018, os pedidos de benefícios do INSS, agendamento de perícia médica, histórico de contribuições previdenciárias e extrato de pagamentos podem ser acessados pela internet.

Inclusive, o Meu INSS tem melhorado para ter ainda mais serviços.

Após o lançamento, houve alterações em fevereiro de 2020, quando mudaram a estrutura do site e adicionaram novas funcionalidades. Em especial, para aqueles que não têm cadastro no sistema.

Depois, após a reforma da Previdência, em novembro de 2019, a calculadora da aposentadoria foi reformulada e voltou a funcionar em abril de 2020.

O que é possível fazer no Meu INSS?

No site ou aplicativo Meu INSS, é possível solicitar benefícios e ter acesso a vários serviços da Previdência Social.

Dentre os benefícios, você pode pedir:

No mesmo sistema, ainda é possível acompanhar o andamento do seu pedido, mas você também pode ligar no telefone 135 ou ir à agência.

No Meu INSS, você tem acesso a vários serviços da Previdência Social, como:

Quais são as novas funções do Meu INSS?

Na pandemia, com as agências fechadas, o portal Meu INSS foi o principal acesso de beneficiários e segurados. São mais de 90 serviços disponíveis.

Além disso, foram incluídas novas funcionalidades para facilitar a vida do trabalhador que precisa do INSS. Veja:

1. Prova de vida

A prova de vida do INSS é o recadastramento anual obrigatório para aposentados e pensionistas; agora, é possível fazer por meio digital.

O INSS já planejava lançar a prova de vida digital, porém, a pandemia fez o governo acelerar o lançamento desse projeto, que iniciou em 20/8/2020.

Você só vai conseguir fazer a prova de vida digital se tiver feito o recadastramento do título de eleitor ou, ainda, se tiver a nova carteira de habilitação.

Nesse caso, o INSS pode enviar uma notificação para você pelo aplicativo Meu INSS, no e-mail ou ligando do número 135.

Recomendo que tome cuidado com as informações que receber, porque o INSS não liga perguntando nenhuma informação pessoal e nem envia link para você acessar, apenas informa.

Qual a novidade? A prova de vida já estava disponível desde 2020, mas antes precisava usar dois aplicativos. Assim, dificultava muito o processo de recadastramento.

Agora, a prova de vida é feita por meio de reconhecimento facial apenas no aplicativo do governo, o Meu Gov.br, sem precisar do Meu INSS.

Então, apesar de ter a nova opção no Meu INSS, ele redireciona direto para o Meu Gov.br para você concluir todo o processo de recadastramento anual por lá.

2. Validação do segurado facultativo de baixa renda

O segurado facultativo, aquele que não tem obrigação de pagar o INSS, mas decide pagar para ter os benefícios, tem várias porcentagens para contribuir.

Dentre esses valores, está o facultativo de baixa renda, que contribui com o valor reduzido de 5% do salário-mínimo.

Atenção! Essa categoria é apenas para homem ou mulher de famílias de baixa renda e que se dedique de modo exclusivo ao trabalho doméstico em sua própria casa e não tenha renda própria.

Nesse caso, o segurado facultativo precisava ir à agência para levar os documentos, em especial, o comprovante de registro do CadÚnico.

Agora, é possível fazer todo o procedimento pelo Meu INSS.

3. Declaração de atividade

Nesse serviço, é possível emitir um documento com a descrição de todas as atividades declaradas pelo segurado ao INSS.

Como criar a senha do Meu INSS

Para fazer o cadastro no Meu INSS é preciso informar CPF, nome completo e data de nascimento e responder a algumas perguntas sobre seu histórico de contribuições.

O cadastro no Meu INSS pode ser feito nos seguintes canais:

  • pelo site meu.inss.gov.br;
  • no aplicativo para celulares Google Play (Android) ou App Store (iPhone);
  • pelo site dos bancos: Banco do Brasil, Banrisul, Bradesco, Caixa, Itaú, Mercantil do Brasil, Santander, Sicoob e Sicredi.

Outra novidade do INSS

Em outubro de 2020, o INSS lançou o seu novo site integrado ao portal único do Governo Federal gov.br com o endereço www.gov.br/inss.

Com as mudanças, informações sobre benefícios, aposentadorias e orientações em geral passam a ser disponibilizadas de forma mais direta.

A migração ocorreu por conta de uma regra do governo federal que criou o portal único para todos os serviços públicos prestados pelo governo, centralizando as informações.

Assim, desde o ano passado, muitas mudanças ocorreram no site principal do INSS.

Tem mais dúvidas sobre esses assuntos? Acesse nossas redes sociais e envie uma mensagem ou comentário.

▶️ Clique aqui para falar com especialistas em INSS e Previdência Social

▶️ Acesse nossas redes sociais: Instagram | Facebook | Jusbrasil

Compartilhe esse conteúdo
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email

Queremos entender melhor o seu caso e te ajudar de acordo com sua necessidade.