Artigos

Você recebeu a convocação do pente fino do INSS e está sem saber como fazer para não ter seu benefício cortado? Aqui você encontra todas as respostas.

Pente-fino do INSS 2021: o que fazer nessa revisão do benefício?

A revisão do benefício do INSS, conhecido como pente-fino, já começou. Você está atento para não perder seu benefício? Então, veja agora as dicas para evitar esses problemas!

Em 2021, cerca de 170 mil pessoas que recebem o benefício por incapacidade temporária, o antigo auxílio-doença, podem ter de realizar nova perícia médica.

Os beneficiários que recebem aposentadoria por invalidez ou auxílio-acidente também podem ser afetados pelo pente-fino de 2021.

Nessa revisão do benefício do INSS, também estão incluídas as pessoas que recebem o benefício assistencial BPC LOAS.

Os primeiros convocados no fim do mês de junho, tiveram seu prazo de agendamento para este mês de agosto. Então, se perderam o prazo, terão seu benefício suspenso. 

Portanto, se você está nesse grupo, ou tem algum parente próximo, é bom ficar atento!

Revisão do benefício do INSS: como saber se fui convocado no pente-fino?

No novo pente-fino, a notificação sobre a revisão de benefício do INSS foi enviada pelo Correios, em carta registrada. Após receber a notificação, você tem até 30 dias para agendar o atendimento.

Atenção: o agendamento deve ser feito em até 30 dias, não é a perícia, até porque o prazo para a perícia depende da disponibilidade dos peritos do INSS.

Essas convocações começaram dia 30 de junho para aqueles que fizeram a última perícia médica há 6 meses ou mais.

Além das cartas, as convocações do INSS podem ocorrer pelos seguintes meios:

  • SMS
  • E-mail
  • Portal Meu INSS
  • Agência bancária em que recebe o pagamento
  • Publicação no diário oficial                                                                                                                                         

Por isso, é bom sempre manter seus dados atualizados junto ao INSS, pois, qualquer falha por falta de atualização, o INSS não se responsabiliza por essa comunicação, nem mesmo pelos cortes.

Pente-fino do INSS 2021

O pente-fino nos benefícios do INSS em 2021, já começou dia 9 de agosto. Assim, após receber a carta, você deve fazer o agendamento da nova perícia ou enviar os documentos solicitados.

O INSS vai disponibilizar 619 agências da Previdência que possuem serviço de perícia médica e, ainda, 2.549 peritos médicos estão com as agendas abertas para atendimento.

A revisão deve ser feita por médicos peritos federais em horário extraordinário. Atualmente, o tempo médio do agendamento até a perícia é de 39 dias.

Observação: o agendamento deve ser feito em até 30 dias, não é a perícia, até porque o prazo para a perícia depende da disponibilidade dos peritos do INSS.

As revisões de benefícios do INSS devem seguir até dezembro. Nesse prazo, todas as convocações terão sido encaminhadas e as perícias concluídas.

Recebi a carta do INSS: e agora?

Após receber a notificação do pente-fino 2021, você deve fazer o agendamento junto ao INSS para fazer a perícia médica. Lembrando que você tem o prazo máximo de 30 dias para agendar. Fique atento!

Você pode acessar gov.br/meuinss/ (ou aplicativo para Android ou iOS), digitar usuário e senha do gov.br e fazer a busca por Perícia médica em benefício selecionado por campanha revisional.

Assim, você terá a data e o horário de sua perícia, é o momento de juntar os documentos. É bom lembrar que, como se trata de uma revisão, você deve apresentar documentos atualizados para conseguir a prorrogação do benefício.

Além disso, mesmo se tiver documentos mais antigos, desde que tenha relação com o seu problema, também pode levar para a perícia.

Até porque os peritos não conhecem seu caso, e são pelos documentos que eles vão entender sua situação. Veja alguns documentos que não podem faltar:

  • Atestado médico; 
  • Laudos; 
  • Exames; 
  • Relatórios e outros documentos médicos; 
  • Documento de identificação oficial (Identidade, CPF, CNH, etc.). 

Acesse aqui a lista de documentos essenciais para levar na perícia médica do INSS

Após a perícia, o resultado será lançado no sistema e estará disponível para consulta no portal Meu INSS. O prazo para consultar o resultado é rápido, se não houver dificuldades saem em até 24h.

Como fazer o agendamento após receber a notificação do INSS?

As cartas de exigências fazem parte do pente-fino de 2020 e 2021 e seu principal objetivo é a atualização de dados, para analisar se você pode continuar recebendo o pagamento do INSS.

Além disso, algumas pessoas terão de realizar nova perícia médica, para analisar se ainda existe a incapacidade para o trabalho.

De início, vamos falar sobre a carta de exigências do INSS para realizar a nova perícia médica. Clique aqui e assista ao vídeo para entender.

Veja o modelo da carta do pente fino do INSS 2021:

Carta do INSS 2021

Nesse caso, após receber a notificação, você tem até 30 dias para agendar o atendimento.

Você pode acessar gov.br/meuinss/ (ou aplicativo para Android ou iOS), digitar usuário e senha do gov.br e fazer a busca por Perícia médica em benefício selecionado por campanha revisional.

Se não encontrar essa opção, ou não tiver acesso ao aplicativo, você também pode agendar pelo no telefone 135.

Atenção: nunca envie esses documentos por WhatsApp ou qualquer outro meio fora do site e aplicativo Meu INSS.

Porém, se for solicitado apenas o envio de documentos, veja agora como você pode responder essa carta de exigências.

Revisão administrativa de benefício do INSS

Outra revisão do benefício do INSS, que também está em andamento, é a Revisão Administrativa. Esse é um procedimento que faz parte da rotina da Previdência Social.

Desde setembro de 2020, foram enviadas milhares de cartas para revisão administrativa de benefícios. Ou seja, quando tem documentos pendentes ou que foram reanalisados pelo INSS.

É esperado nessa etapa que cerca de 1,7 milhão de pessoas que recebem benefícios, sejam convocados para resolver problemas administrativos com o INSS.

O processo de convocação já ocorre há quase 1 ano, até agora, 732.586 segurados foram convocados para resolver suas pendências com o INSS.

Veja o modelo da carta enviada no caso da revisão administrativa de 2020:

No caso da revisão administrativa, o segurado que receber a convocação tem um prazo de 60 dias para enviar as documentações exigidas. Assim, garantindo seu direito ao benefício mensal.

Nessa revisão, o INSS indica que os documentos exigidos sejam enviados pelo portal ou pelo aplicativo Meu INSS.

Em geral, você deve enviar cópia digitalizada (fotos bem nítidas organizadas em arquivo PDF) dos documentos pessoais (CPF, RG, Carteira de Trabalho), além dos documentos solicitados na carta.

Nesse caso, você pode acessar gov.br/meuinss/ (ou aplicativo para Android ou iOS), acessar com usuário e senha e clicar no campo de Atualização de Dados do Beneficiário.

Atenção: nunca envie esses documentos por WhatsApp ou qualquer outro meio fora do site e aplicativo Meu INSS.

Agora, caso você não consiga fazer essa revisão de forma digital, pode também fazer de forma presencial, na agência física mais perto de você.

Antes disso, será necessário fazer um agendamento pelo no telefone 135, escolhendo a opção: Entrega de Documentos por Convocação.

É importante reforçar que você mantenha seus dados cadastrais atualizados junto ao INSS, esse é seu órgão pagador e, em caso de problemas, precisa localizar você.

Quando os dados estão desatualizados e, se ocorrer uma convocação, não conseguirão o localizar. Assim, terá a triste surpresa de ter seu benefício cortado.

Cuidado com os golpes no pente-fino

Sempre é bom trazer esse alerta, pois, nos momentos em que são divulgadas revisões do INSS, alguns criminosos se aproveitam para aplicar golpes nos beneficiários da previdência.

Em geral, os golpes são para conseguir dados pessoais e da conta bancária. Assim, são feitas ligações, ou usam o serviço de mensagem SMS. Com esses dados eles conseguem tirar dinheiro das vítimas.

Observe que, apesar de certa semelhança, nos golpes eles pedem o número ou envio de certos documentos, seja por mensagem ou por WhatsApp.

Para evitar cair nesses golpes, é importante ficar atento às seguintes dicas repassadas pelo próprio INSS:

  • mantenha sempre atualizados os seus dados de contato, como telefone, e-mail e endereço. Isso deve ser feito pelo Meu INSS ou pelo telefone 135;
  • caso alguém faça qualquer comunicação pedindo dados ou fotos em nome do INSS, não atenda a solicitação, desligue a ligação e bloqueie o contato;
  • o INSS nunca entra em contato direto com a pessoa para solicitar dados, nem pede o envio de fotos de documentos;
  • o número do SMS usado pelo INSS para informar os cidadãos é 280-41. O INSS nunca manda links nem pede documentos pelo SMS.
  • sempre que o INSS convoca o cidadão para apresentar documentos, essa convocação fica registrada no Meu INSS e pode ser verificada também pelo telefone 135.
  • a pessoa deve utilizar apenas os canais oficiais de atendimento para cumprir qualquer solicitação do INSS, seja para agendar um serviço, seja para entregar algum documento: aplicativo/site Meu INSS ou agência da Previdência Social (com agendamento);
  • é bom saber que quando alguém liga para o telefone 135 ou é atendido pelo chat humanizado da Helô, o atendente pode pedir algumas informações. Esse é um procedimento de segurança para confirmar a identidade de quem telefonou ou acessou o chat.

Perceba que nas revisões do benefício do INSS existe um roteiro. Primeiro, você é convocado por carta, depois é reforçado por SMS e e-mail. 

Porém, o INSS nunca solicita que você envie dados por SMS ou e-mail, nem mesmo clique em links. Fique atento!

A orientação é para você acessar o Meu INSS, seja pelo site ou aplicativo (Android ou iOS). Ou, ainda, ligar para o telefone 135. 

Se tiver dúvidas, peça ajuda de pessoas próximas ou ligue para o INSS.

Pagamento do INSS não caiu na conta: e agora?

O pente-fino é um dos vários motivos para o benefício do INSS não cair na sua conta. Porém, é normal ficar com raiva e sem saber o que fazer ao não receber o pagamento.

Nesse caso, se o pagamento do benefício do INSS ainda não caiu na sua conta, clique aqui e veja o que você deve fazer para resolver.

Conclusão sobre o pente-fino do INSS 2021

Agora que ficou claro para você sobre a revisão do benefício do INSS, o conhecido pente-fino, espero que fique atento à sua convocação e, ainda, tenha o máximo cuidado para não perder seus prazos.

Até porque esse processo vai interferir na continuidade de seu benefício. Ou você pode ter o pagamento suspenso.

Existem milhares de segurados que não observam esses prazos e só percebem no momento de sacar seu benefício.

Você viu aqui que a revisão do benefício do INSS não é tão complicado assim, basta ficar atento aos prazos, agir sempre com antecedência e evitar os problemas. 

Em casos de dúvidas e problemas no pente-fino do INSS, fale com uma advogada especialista em INSS e Previdência Social.

▶️ Clique aqui para falar com especialistas em INSS e Previdência Social

▶️ Acesse nossas redes sociais: Instagram | Facebook | Jusbrasil

Compartilhe esse conteúdo
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email

Queremos entender melhor o seu caso e te ajudar de acordo com sua necessidade.