Artigos

Auxílio-acidente para empregada doméstica: como funciona

Auxílio-acidente para empregada doméstica como funciona

O auxílio-acidente para empregada doméstica é um benefício previdenciário de extrema relevância, mas muitas pessoas desconhecem a possibilidade de solicitar esse benefício. 

Neste artigo, vou explorar os aspectos legais e práticos desse tema complexo e fornecer orientações úteis para quem busca informações valiosas sobre o auxílio-acidente e como ele pode ser acessado pelas empregadas domésticas. 

Continue a leitura para saber os requisitos necessários, os procedimentos para solicitação e como garantir os direitos das trabalhadoras domésticas.

O que é o auxílio-acidente?

O auxílio-acidente é um benefício concedido como indenização a segurados que sofreram lesões devido a acidentes, resultando em redução de sua capacidade de trabalho. 

Para obtê-lo, é necessário estabelecer a relação entre a lesão e o trabalho afetado. Mesmo que o beneficiário continue trabalhando, ele pode recebê-lo como um complemento salarial até a aposentadoria.

Isso garante que o trabalhador não seja prejudicado financeiramente por acidentes que afetam sua capacidade laboral.

Empregada doméstica tem direito ao auxílio-acidente?

De modo geral, as empregadas domésticas têm direito ao auxílio-acidente, desde que estejam devidamente registradas e contribuindo para a previdência social.

Diferentemente de trabalhadores formais em empresas, a contribuição das empregadas domésticas é facultativa, o que significa que não é obrigatória.

Veja como funciona a contribuição para o INSS funciona para empregadas domésticas:

  • Carnê do INSS: as domésticas podem pagar o INSS por meio de um carnê de contribuição, que pode ser adquirido em agências dos Correios ou baixado online no site do INSS. 
  • Guia DAE (Documento de Arrecadação do eSocial): com a implementação do eSocial, empregadores domésticos devem registrar seus empregados no sistema e emitir a Guia DAE, que inclui a contribuição da empregada doméstica.

Através do pagamento do Carnê do INSS ou da Guia DAE, as trabalhadoras domésticas podem assegurar seu acesso a esse importante benefício previdenciário.

Requisitos para ter acesso ao auxílio-acidente para empregada doméstica

Os requisitos para que uma empregada doméstica tenha acesso ao auxílio-acidente são os mesmos que se aplicam a outros segurados do INSS. São eles:

  • ter sofrido um acidente, independentemente da sua natureza;
  • apresentar sequela permanente e incapacidade parcial ou permanente de executar o trabalho;
  • possuir qualidade de segurada na data em que o acidente ocorreu;
  • provar o nexo causal entre o acidente e a redução da capacidade de trabalho;
  • passar por perícia médica do INSS que comprove a incapacidade para o exercício das atividades.

O acidente não precisa ter relação direta com o trabalho doméstico. Basta comprovar que há redução da capacidade laboral por sequela permanente e que tal sequela é resultante do acidente.

Documentação necessária para auxílio-acidente para empregada doméstica

Para entrar com a solicitação do auxílio-acidente, a empregada doméstica deve reunir sua documentação pessoal de identificação e comprovação da redução laboral. Veja a seguir:

  • documento original de identificação com foto, como RG, CNH;
  • documentação de vínculo previdenciário, que pode incluir o contrato de trabalho registrado, o extrato do FGTS, entre outros;
  • CPF;
  • documentos médicos originais;
  • laudos médicos, relatórios, receituários que comprovem a redução permanente da capacidade proveniente do acidente.

Como solicitar auxílio-acidente para empregada doméstica

Atualmente, o INSS conta com três caminhos para a empregada doméstica solicitar benefícios previdenciários, e a agência física não está entre eles. Veja o passo a passo da solicitação a seguir:

  • ligue para o telefone 135 ou acesse o Meu INSS, através do site ou aplicativo de celular;
  • informe os dados pessoais solicitados para agendamento de perícia médica;
  • compareça à agência do INSS indicada no dia e horário informados, portando a documentação necessária.

Após realizar todas essas etapas, você pode receber a resposta do processo no site ou aplicativo Meu INSS clicando em “Consultar Pedidos” e, logo em seguida, “Detalhar”. 

Caso prefira, também pode ligar para o telefone 135, que funciona de segunda a sábado, das 7h às 22h. A resposta da solicitação deve estar disponível 24 horas após a realização da perícia. No entanto, o INSS pode levar até 90 dias para conceder o benefício.

O que fazer se meu auxílio-acidente for negado?

O primeiro passo é fazer um recurso administrativo junto ao próprio INSS, dentro do prazo estipulado para esse fim. Será necessário apresentação de documentação que comprove a elegibilidade para o benefício.

Se o recurso no INSS não for bem-sucedido, a próxima etapa é buscar assistência jurídica e considerar a possibilidade de entrar com uma ação judicial contra o INSS

Um advogado especializado em direito previdenciário pode auxiliar nesse processo, analisando detalhadamente o caso e defendendo os direitos das empregadas domésticas perante o tribunal. 

Auxílio-acidente para empregada doméstica: perguntas frequentes

Confira agora respostas para perguntas frequentes sobre o assunto.

Qual o prazo para entrar com um recurso administrativo no INSS?

O prazo para entrar com um recurso administrativo no INSS após a negação do auxílio-acidente é de 30 dias a partir da data em que o segurado tomar conhecimento da decisão desfavorável.

Há um prazo para a empregada doméstica contribuir para o INSS após ser contratada?

Não existe um limite de tempo específico para que a empregada doméstica comece a contribuir como segurada facultativa, desde que ela cumpra os requisitos necessários e realize os pagamentos mensais.

Além do auxílio-acidente, quais outros benefícios estão disponíveis para empregadas domésticas?

Além do auxílio-acidente, as empregadas domésticas têm direito a benefícios como auxílio-doença, aposentadoria por invalidez, aposentadoria por idade, pensão por morte, entre outros, desde que preencham os requisitos específicos de cada benefício.

Qual é o valor do auxílio-acidente e como ele é calculado para empregadas domésticas?

O valor do auxílio-acidente varia e é calculado com base no salário de contribuição da empregada doméstica. Em geral, corresponde a 50% do valor do auxílio-doença ao qual a trabalhadora teria direito.

Conclusão

A concessão do auxílio-acidente é um recurso importante para empregadas domésticas que enfrentaram acidentes resultando em sequelas permanentes. 

Para obter esse benefício, é essencial estar inscrito no INSS e atender aos requisitos estipulados pela legislação, como comprovante de nexo causal e a qualidade de segurada. Em situações de dúvida ou negação do benefício, é altamente recomendável buscar a orientação de um advogado especializado em direito previdenciário. Isso garantirá que os, seus direitos sejam devidamente respeitados.

▶️ Acesse nossas redes sociais: Instagram | Facebook

Compartilhe esse conteúdo

Queremos entender melhor o seu caso e te ajudar de acordo com sua necessidade